INFORMAÇÃO: POLITICA

O povo tem o direito de saber o que os candidatos pensam, por causa disto vai aí algumas informações. Eu sinceramente espero que a Igreja esteja com total liberdade para falar as verdades biblicas, afinal a mesma diz: E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.

Vote com candidatos que apoiem a verdadeira família, ética e boa conduta em geral.

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse hoje que é favorável à união civil de pessoas do mesmo sexo e que é contra alterações na atual legislação que regula o aborto. “Sou a favor da união civil. Acho que a questão do casamento é religiosa.

Eu, como indivíduo, jamais me posicionaria sobre o que uma religião deve ou não fazer. Temos que respeitar”, afirmou, durante sua participação no programa “Roda Viva”, transmitido pela internet e que será exibido às 22h desta segunda-feira pela TV Cultura. “Direitos civis básicos, direito à herança e a receber a aposentadoria do parceiro, são direitos civis e devem ser reconhecidos de forma civil.”

Em relação ao aborto, a ex-ministra-chefe da Casa Civil defendeu que mulheres que se enquadram nos casos previstos em lei – estupro e risco de morte para a mãe – devem ter o direito de ser atendidas pelo serviço público.
texto extraido do blog do Robson Pires.
Dilma Rousseff a favor do casamento gay e da legalização do aborto
A chefe da Casa Civil, ministra Dilma Rousseff, 49, manifestou-se sobre dois temas polêmicos para a Folha de São Paulo nesta semana e defendeu o direito dos gays a um reconhecimento de suas relações pelo estado. “Sou a favor de que, do ponto de vista das suas relações, as pessoas definam o que elas acham mais adequado. Quem sou eu para julgar qualquer coisa? Depois de uma certa idade, a gente fica mais sábia”, afirmou.

texto extraido do Bem Paraná.

Citando um trecho bíblico, Serra referiu-se a Salomão. Frisou que o momento era propício, entre os fiéis, para conquistar inspiração e energia para o desafio de cumprir sua missão.
Na sua fala, o ex-governador de São Paulo destacou o trabalho “extraordinário desenvolvido pelas igrejas evangélicas em todo o Brasil nas questões sociais” e pediu para que trabalhem juntos com o objetivo de transformar o País na “melhor Nação do mundo”.
Também afirmou, que o Estado não deve legislar sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo em cerimônias religiosas.
Tabu no Congresso Nacional, a discussão sempre vem à tona em época de campanhas eleitorais, mas, passado esse momento, cai novamente no esquecimento.
O grande empecilho é a falta de vontade e os conservadores das bancadas evangélicas e católicas.” Braga lembra que nem mesmo a primeira proposta sobre o assunto, apresentada pela ex-deputada federal Marta Suplicy, há 15 anos, considerada bastante conservadora, saiu do papel.

“A proposta da Marta foi um pezinho na água para sentir a temperatura do Congresso em relação ao assunto, mesmo assim está parada”.

O que dizem os candidatos a presidente sobre o assunto

Marina Silva (PV)

“É um direito (a união civil de bens) que as pessoas têm. Se as pessoas têm um patrimônio junto, por que não podem usufruir desse patrimônio? Se têm uma união estável, por que não podem ser beneficiários do mesmo plano de saúde?"

José Serra (PSDB)

“Se preencher os requisitos que há para qualquer um que vai adotar (não há problema). Isso vale para qualquer tipo de casal, qualquer tipo de pessoa. Não vejo por que não aprovar. Acho que há tanto problema grave relacionado a crianças pobres no Brasil que (a adoção) pode ser uma salvação.”

Dilma Rousseff (PT)

"Sou a favor da união civil. Acho que a questão do casamento é religiosa. Eu, como indivíduo, jamais me posicionaria sobre o que uma religião deve ou não fazer. Temos que respeitar."
 texto estraido do Vote Brasil.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Cerimônia Fúnebre: Funeral

Como realizar: Batismo Nas Águas

Aniversário de 15 anos