Noivado: noivo&noiva


1- polegar 2- indicador 3- médio 4- anelar 5- mínimo


Introdução:
Não são todos os casais, mas na sua grande maioria em nossa sociedade preferem ficar noivos, uns ficam noivos a sós, outros somente com a presença dos pais, porém há aqueles que gostam de chamar a Igreja, parentes e amigos e é óbvio o Pastor ou dirigente para uma cerimonia.
Vale ressaltar principalmente ao noivo que nem sempre é legal escolher esta hora para fazer surpressa a noiva, as vezes tal atitude gera conflitos.
Quero ajudar aos pastores como oficializar um noivado, espero contribuir, com uma linguagem simples, porém direta. pbrogeriobrum.blogspot.com

  1. O dia, horario e local devem ser previamente acertados.
  2. O oficiante deve comparecer bem apresentável, não permitindo que a importancia do evento perca o seu brilho.
  3. O oficio deve ter inicio, justificando-se o motivo do encontro. O oficiante poderá pronunciar as seguintes palavras: ´´Estamos aqui diante de Deus, para de forma solene celebrar o noivado de ( citar os nomes ), que agora desejam assumir um compromisso mais defenido e o fazem diante do Senhor Jesus Cristo. Oremos inicialmente para que Deus oriente esta cerimônia.``

  • Feitas a introdução e a oração inicial o oficiante lerá a palavra de Deus que pode ser: Gn24.58-61; Sl 1.1-3; Pv 16.1; Lc 6.47,48.
  • Após a leitura deverá comentar o texto lido e acrescentar que a responsabilidade aumentou diante da suas familias (pai e mãe), diante da sociedade, que o proximo passo é o casamento e que a noiva continuará a obedecer os pais e da mesma sorte o noivo, o noivado não abre caminho para a prática de atos amorosos que só são cabiveis dentro do matrimônio, o temor a Deus  deve continuar para que o casamento seja uma benção.
  • Depois da preleção o ministrante convidará os pais dos mesmos que se aproximem diante do altar onde os noivos já se encontram e com as alianças levantadas dirá: ´´Estas alianças serão o testemunho visível do pacto que estas duas vidas celebram diante de Deus. Que se mantenham firmes e no propósito de chegar ao altar do matrimônio com a segurança de que Deus confirmou a decisão tomada.``
  • Ato seguido o oficiante pedirá à mãe da moçã que coloque a aliança no dedo anelar correspondente da mão direita do rapaz e em seguida pedirá o pai do rapaz que ponha a aliança no dedo e mão correspondente da moça. Após este procedimento o ministrante fará uma oração a Deus pedindo que confirme o que se acaba de celebrar.
  • Não havendo pais pedirá um parente mais próximo, para colocar as alianças.
  • O ministrante dará a cerimônia por encerrada deixando lugar para os cumprimentos entre as famlias e os convidados.

Conclusão:
A Bíblia nos ensina a tudo, que possamos ensinar os nossos jovens e orar por eles, amém!!!
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Cerimônia Fúnebre: Funeral

Como realizar: Batismo Nas Águas

Aniversário de 15 anos