Protesto Nesta Época.


Nestes últimos dias em que parte da população mundial tem questionado  que é CORRETO, VERDADE e MORAL eu lembrei de algumas práticas sexuais que hoje, ainda não são aceitáveis, porém não tenha dúvidas ou não se assuste se você viver mais algumas décadas e ver grupos de pessoas saindo as ruas para reclamar o direito de praticar tais atos, pois os mesmos existem e muitas pessoas só tem prazer com o SEXO sendo feito desta forma.
Zoofilia:
"Zoofilia é CRIME, mas no Brasil quem a pratica recebe penas 'brandas', quando realmente é punido...infelizmente nossas leis não punem como deveriam...estamos engatinhando quando se trata dos inocentes animais." 

A zoofilia é considerada crime em diversos países. No Brasil, a Câmara analisa o Projeto de Lei 3141/12, do deputado Ricardo Izar (PSD-SP), que eleva a punição imposta a quem pratica maus-tratos contra animais quando forem constatados atos sexuais.

Atualmente, a Lei de Crimes Ambientais prevê detenção, de três meses a um ano, e multa para quem "praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos".
Necrofilia:
O Código Penal português, no seu artigo 226, parágrafo 2º, pune com prisão até um ano e multa quem profanar cadáveres, parte de cadáveres ou cinzas de pessoas falecidas, praticando atos ofensivos do respeito devido aos mortos. Curiosa essa colocação no plural - cadáveres - como se o agente devesse profanar mais do que uma pessoa falecida. Simples erro de redação legislativa. Fora essa observação, vale para Portugal tudo o que foi dito acima em relação ao direito brasileiro.
O Código pune o ato de vilipendiar, isto é, aviltar, profanar, desrespeitar, ultrajar o cadáver ou ter atitude idêntica em relação a suas cinzas no caso de incineração ou combustão.
Adultério:
 Em decorrência do advento da Lei nº 11.106, de 28 de março de 2005, em seu art. 5, foi revogado o art. 240 do Código Penal, onde o adultério encontrava-se tipificado, portanto tal conduta deixou de ser crime! 

Sendo assim, hoje em dia, o que já era tido em desuso, foi descriminalizado, ocorrendo o fenômeno da 'abolitio criminis'. 

Tão logo, resta ao cônjuge traído amparo com uma ação de indenização pelo dano moral que lhe fora causado.
- Eu creio na seguinte VERDADE e tenho por CORRETO que MORALMENTE o SEXO só deve ser praticado dentro do SAGRADO MATRIMÔNIO!!!


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Cerimônia Fúnebre: Funeral

Como realizar: Batismo Nas Águas

Aniversário de 15 anos