sábado, 23 de janeiro de 2010

É o fim dos tempos e princípio de dores.


É assombroso como as profecias tem se concretizado, vemos homens desmaiando de terror e tremor, quero falar um pouco sobre terremotos.
Terremotos de fortes magnitude ocorrem 17 vezes por ano, segundo a USGS, ficamos todos comovidos com o que aconteceu no Haiti, foi um terremoto de 7 graus na escala Richter; a escala Richter é uma fórmula matemática que determina as larguras das ondas.

A crosta terrestre é constituída de uma dúzia de grandes placas tectônicas ou litosfericas, delimitadas por grandes falhas e profundas fossas oceânicas. O movimento da camada mais externa da terra, mesmo que sejam só por poucos centímetros por ano, produz tensões que vão se acumulando em vários pontos, prever a ocorrência dos terremotos é algo impossível, tem como se ter uma idéia de onde pode ocorrer mas não com exatidão.

O tremor pode ter inicio em um país e ser sentido em vários, pode ter origem até mais de 100 quilômetros de profundidade, tendo inicio nesta profundidade ele nem é percebido, no Haiti o tremor foi registrado a apenas 10 quilômetros da superfície.

Os continentes estão em movimento sempre, na mesma velocidade que crescem as unhas humanas; há três tipos de movimentos, tem o transformante, neste caso separa as placas que estão se deslocando literalmente; tem divergente, a movimentação é em direção contrária; convergente, quando existe o choque.

No Oeste da América do Sul, por exemplo, o afundamento da placa de Nazca sobre a placa continental originou a Cordilheira dos Andes.

O Brasil pela graça de Deus fica em cima de uma grande e unica placa tectônica, no Brasil as falhas são pequenas rachaduras, já foi registrado alguns tremores de terra com pequena intensidade, tivemos registro no ano 2000, Brasilia, ( DF ), em Porto do Gaucho, ( MT ) no ano de 1998, e em João Camava, ( RN ) no ano de 1986 e 1989.

Da época de Jesus até o ano 1800 foram 21 terremotos; de 1801 até 1950 houve 51 terremotos; de 1950 até 1991 foram 93 terremotos, porém de 1991 até agora já passam de 100 terremotos em grande escala de destruição.

A Bíblia relata terremotos em vária passagens, tais como:
I Rs 19.11,12; Am 1.1; Zc 14.5; Mt 27.54; Mt 28.2; Mc 13.8; At 16.26; Ap 11.13 e Ap 16.18.

O relato que o profeta Amós faz nos chama a atenção pois o profeta Zacarias mais tarde faz menção do mesmo terremoto, acredita-se que este terremoto aconteceu 760 A. C., uma coisa é certa já acontece há muitos séculos só que na atualidade com mais frequencia.
O Senhor Jesus Cristo alertou sobre isto, em Marcos 13.8, ´´Haverá terremotos em vários lugares e também fomes. Estas coisas são princípio de dores.``, já em Apocalipse fala da sexta trombeta, 11.13, ´´Naquela hora houve um grande terremoto, e rui a décima parte da cidade, ...`` e também no mesmo livro no capitulo 16 e versículo 18, ´´..., e ocorreu um grande terremoto, como nunca houve igual desde que há gente sobre a terra; tal foi o terremoto, forte e grande.``, aqui fala sobre o sétimo flagelo.

É tempo de concerto com Deus, é tempo de renovar a aliança com o Senhor, há um arquiteto deste universo, há um que formou o homem do pó da terra e este mesmo Senhor o Grande Eu Sou, te convida a aceitar o convite para um grande casamento, o casamento da noiva, ( Igreja ) e o noivo, ( Jesus Cristo ), não faça como aqueles que colocou uma desculpa para não ir ao casamento do seu Senhor e foi lançado nas trevas exteriores. Mateus cap. 22. vers. 1 à 14
Postar um comentário

Postagem em destaque

Cerimônia Fúnebre: Funeral

Todo Pastor, Presbítero ou Dirigente de congregação deve estar pronto para realizar um cerimonial fúnebre, ( funeral ), é uma oportunidade p...